O Poder do Processo de Aprendizagem

A Neurociência e o Processo de Aprendizagem!

A neurociência vem quebrando muitos mitos, sobre muitas coisas e dentre eles destaca – se o nosso processo de aprendizagem. Provavelmente você já escutou alguém dizer: “Não se ensina truque novo para cachorro velho”.  Ditado comum né? E diante desse cenário, a neurociência chega e muda TUDO apresentando dois conceitos: A neurogênese e a neuroplasticidade. Que são os estudos que evidenciam possibilidade de construir novos neurônios até o final de nossas vidas. Uma descoberta Sensacional! E tem mais, podemos fazer novas sinapses neurais, ou seja, criar cadeias novas de neurônios. E obvio, que quanto mais velhos ficamos, mais esforço o nosso organismo exige para que essa cadeia nova se consolide.

Modelo Mental No Processo de Aprendizagem!

Outro tema que também é fundamental no processo de aprendizagem é a inteligência e ou Mindset (palavra que estamos mais familiarizados a ouvir). E esse famoso termo MINDSET significa – (Mind = Mente | Set = Configuração). Ou seja, mindset são as configurações que a nossa mente tem. São nossas crenças, nossos modelos mentais desenhados ao longo da vida e que determinam em grande medida como enxergamos os acontecimentos. E nesse viés quero compartilhar sobre um livro que particularmente gosto muito, chamado MINDSET da autora Carol S. Dweck. Nesse livro ela conta que ficou admirada com a postura de uma escola de cursos que ao avaliar os alunos, eles recebiam uma nota como: “Ainda não foi dessa vez”. É importante mencionar o poder que tem essa pequena frase “Ainda não”. Pois, aponta para uma curva de aprendizado e não ao fim.

Vale ressaltar também, que o rótulo não DEFINE quem você é, mas sim onde você ESTÁ. E dependendo da bagagem emocional do indivíduo e ou da criança, esse rótulo pode vir de uma avaliação escolar, um comentário e estímulo externo significativo. Da mesma forma, todos esses fatores externos têm um viés de confirmação de que: Não pode, não consegue e não merece ir além. Por outro lado, nos aprofundando nesse contexto, não dá para ignorar que o processo de aprendizagem está diretamente ligado às emoções. E o grande desafio é que ninguém nos conta quais são as emoções primordiais e os sentimentos que ficam presentes durante o processo aprendizagem. E conhecer sobre eles é decisivo, para que possamos ensinar as pessoas e consequentemente aprender mais sobre também. Portanto, quanto mais consciência temos sobre nossas emoções, menores são as chances de desistir no meio do caminho.

Aprendiz X Expert – Nomeando as Emoções!

Como nos sentimos quando estamos na posição de aprendiz? E sejamos sinceros, os sentimentos que nos invadem nessa posição não são lá dos mais agradáveis né? Compartilho aqui alguns dos sentimentos que a maioria das pessoas mencionam nos treinamentos e processos de desenvolvimento pessoal que realizo. São eles; Insegurança, incerteza, desconforto, sentimento de perda de controle, ansiedade, dependência dos outros, inferioridade, entre tantos outros que são ditos. E o que sentimos, por outro lado, quando ocupamos a posição de Expert? Basicamente o contrário de tudo que foi dito: Segurança, conforto, poder e tranquilidade. É importante lembrar que todos nós estamos vivenciando batalhas internas, que nós mesmo não sabemos dimensionar. Nesse mundo volátil, precisamos entender que o incerto e as mudanças vão ser parte constante da nossa rotina e as emoções do aprendiz também.

O fato é, se não somos generoso, compassivo e gentil com nosso e demais processos de aprendizagem, certamente o aprendizado será limitado. Pois, ENTENDER não é APRENDER. Na verdade, é uma combinação leve entre o cognitivo e o emocional, como parte integrante do planejamento de aula. Por isso, ensinar as pessoas de todas as idades a aprender é garantir a eficácia na execução. Nosso desejo é que cada um de vocês ao ler esse artigo sintam a curiosidade de aprendizagem como uma criança, mas, com a confiança de um docente que sabe seu papel de aprendizagem no mundo. No final das contas a ideia é SABER sempre, mas com a plena noção do tamanho da nossa ignorância.

Vamos juntos!

Marcela Prado

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
O-Poder-Do-Processo-De-Aprendizagem